As duas Selecções lusófonas não lograram passar aos oitavos de final da competição. Os angolanos precisavam apenas de um empate frente ao Mali, mas perderam por uma bola a zero.

Os palancas terminaram o Grupo E com dois pontos frutos dos empates com a Tunísia, a um, e Mauritânia, a Zero.

Os guineenses somaram duas derrotas com Camarões e Gana, por duas bolas a zero. E um empate a zero, com o Benim, na série F.

Os adeptos e jornalistas angolanos não pouparam críticas à equipa, enquanto para os guineenses o alvo foi o seleccionador , Baciro Candé. 

Ao contrário do que sucedeu nas duas últimas duas edições da Taça das Nações Africanas, não haverá qualquer equipa lusófona na próxima fase da prova que se realiza no Egipto. A competição iniciou-se a 21 de Junho e termina a 19 de Julho.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Um milhão de euros para apoiar Presidenciais guineenses

A União Europeia vai apoiar a realização das eleições Presid...

Guiné-Bissau    02 outubro 2019

Prata para Portugal nos Mundiais de Atletismo

O atleta português João Vieira, de 43 anos, conquistou a med...

Portugal    01 outubro 2019

Empresa internacionais deixam de comprar produtos brasileiros

Entre essas firmas, encontram-se as marcas Timberland, Vanda...

Brasil    29 setembro 2019

Seca agrava-se no Sul de Angola

A falta de chuva está a afectar mais de dois milhões de pess...

Angola    27 setembro 2019

Pesticidas matam milhões de abelhas no Brasil

São milhões os enxames que desapareceram no sul do país. A r...

Brasil    25 setembro 2019