José Mário Vaz é acusado de continuar associado ao ambiente de tensão e perturbação social que o país vive. A censura vai, igualmente, para os partidos que apoiam o Chefe de Estado, nomeadamente o MADEM e o PRS.

As eleições legislativas ocorreram há quase dois meses e o Chefe de Estado ainda não iniciou o processo para a substituição do Governo provisório, cuja principal missão era a realização da consulta de 10 de Março.

PAIGC, APU, UM e PND constituíram uma coligação que detém a maioria absoluta no Parlamento, com o objectivo de formarem um executivo chefiado pelo Presidente do primeiro das quatro forças políticas.

Estes partidos reafirmam a sua determinação “intransigente em respeitar e fazer cumprir a Constituição, manifestando a sua “indisponibilidade para negociar as Leis da República” com outras forças.

Uma missão da Comunidade dos Estados da África Ocidental deslocou-se, na semana passada, a Bissau, tendo exigido a nomeação urgente do Primeiro-Ministro e do Governo.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019