A descida foi de nove por cento, situando-se, agora, nos 0,126 por cento.  O país lusófono ficou à frente da Bulgária, Irlanda e Alemanha.

Estes dados constam do relatório do Eurostat sobre a emissão de gases com efeito de estufa na União Europeia.

O gabinete anunciou uma descida média de 2,6 por cento nas emissões de dióxido de carbono no conjunto dos países da comunidade.

A redução teria sido maior se todos os territórios nacionais tivesses melhorias, o que não foi o caso. Na coluna dos que aumentaram as suas emissões de CO2 encontram-se a Letónia, com mais 8,5 por cento, seguida por Malta - 6,7; Luxemburgo - 3,7 e Polónia - 3,5.

A expulsão de dióxido de carbono na atmosfera representam cerca de 80 por cento do total dos gases com efeito de estufa lançados pelos países da União Europeia.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019